15 julho 2013

Resenha | O Jogo Do Anjo - Carlos Ruiz Zafón

David Martím, trabalha em um jornal, como revisor e redige os textos dos seus colegas de redação. Ele tem 17 anos e é o caçula entre eles. Até que um dia a pedido da estrela do jornal, Pedro Vidal, seu chefe resolve dar-lhe uma chance e ele escreve seu primeiro texto. Sua história faz um enorme sucesso e passa a ser uma coluna semanal intitulada de "Os mistérios de Barcelona". A heroína de suas histórias é Chloé Permanyer, uma vampira, uma femme fatale, que extermina a escória do mundo. Seu sucesso faz com que seus companheiros de trabalho comecem a lhe desejar o mal.

E quando ele recebe um convite dentro de um envelope lacrado com uma imagem de um anjo, ele pensa tratar-se de alguma brincadeira de mal gosto de seus colegas. Dentro do envelope tem um bilhete de alguém que diz ser seu fã e diz a ele para ir a um endereço, que ele terá uma surpresa. O endereço em questão é de um bordel de luxo. Quando ele chega, qual não é a sua surpresa, pois no quarto em que ele é levado, se encontra a sua heroína, Chloé. Dizem que a gente não sabe o que é ter sede até beber pela primeira vez. É isso que Martím está sentindo, por isso ele volta ao bordel, mas ao chegar lá, ele só encontra uma casa velha e queimada. E ao pesquisar sobre ela no jornal ele descobre que a casa nunca mais foi aberta, desde que a 15 anos houve um incêndio no local.

Um ano depois, ele é despedido do jornal e após um tempo desempregado ele começa a escrever um folhetim intitulado "A cidade dos malditos". Ele ganha mal e trabalha o tempo todo e isso começa a acabar com sua saúde. Quando sai o primeiro volume, ele recebe um envelope idêntico ao que continha o convite de alguns anos atras e dentro tem um exemplar do livro "Grandes Esperanças", o mesmo que pertenceu a ele quando ele era criança, e que lhe foi dado pelo sr. Sempere. Ele sabe que é o mesmo, pois o livro ainda tem as manchas de sangue de quando ele segurou-o logo após apanhar de seu pai. Seu pai morreu assassinado na porta do jornal em que trabalhava e foi assim que ele passou a trabalhar lá também.

Agora com 28 anos, ele continua escrevendo o folhetim e ainda não tem tempo para nada, mas isso não impede que ele se comprometa com Cristina, empregada de Vidal.. Ela diz a Martím que o livro de Vidal vai de mal a pior e pede que ele reescreva o livro, como se fosse Vidal que estivesse escrevendo. Ele aceita, pois assim vai passar mais tempo com Cristina. Logo em seguida, ele sofre um acidente e quando acorda ele acaba conhecendo o autor dos bilhetes e presentes. Ele faz uma proposta a Martím. Que trabalhe para ele durante um ano e lhe escreva um livro, o que Martím não aceita. Mas logo depois ele descobre que vai morrer, o médico diz que ele tem no máximo mais um ano de vida. Ele decide escrever um livro para que fique alguma coisa sua depois que ele morrer e escreve os dois livros ao mesmo tempo, o dele e o de Vidal.

Mas quando os livro são lançados, o de Vidal faz um enorme sucesso, mas o de Martím as criticas dizem ser uma forma de copia de Vidal e não vende quase nada. E o pior ainda estava por vir. Vidal lhe confessa duas coisas. A primeira é que as balas que mataram seu pai, era para ele e a segunda é que ele vai se casar com Cristina. O mundo de Martím parece desabar. Será que ele vai ter forças para continuar? E será que ele vai aceitar a proposta desse homem misterioso, que promete lhe dar em troca do livro, além de muito dinheiro, seus desejos mais escondidos.

Em O Jogo do Anjo, voltamos a dois cenários conhecidos em A sombra do vento. O cemitérios dos livros esquecidos e a livraria dos Sempere. A história contada nesse livro, se passa antes da história de A sombra do vento. Elas são ligadas, então é interessante ler nessa ordem. O que posso dizer do livro? Quem já leu alguma coisa do Zafón, sabe o estilo do autor, mas quem ainda não leu, não vai entender a grandeza de suas histórias. Só posso dizer que até agora eu ainda não sei se o que eu li era real ou não. O autor faz uma mistura do real e do sobrenatural, que é impossível não ficar nessa duvida. Ao mesmo tempo que eu tinha certeza que tudo o que estava acontecendo era na cabeça do personagem, o autor colocava algum fato que me fazia duvidar disso. Se você gosta de mistério e aventuras com um toque macabro, leia esse livro.
Nota: . 

O Cemitério dos Livros Esquecidos:
1- A Sombra do Vento
2- O jogo do Anjo
3- O Prisioneiro do Céu

  







22 comentários:

  1. Nossa todos falam incrivelmente bem do Zafón e de seus livros e pela sua resenha posso esperar grandes coisas, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode esperar mesmo porque o estilo dele é único e sem igual.

      Excluir
  2. Eu quero muito ler esse livro, está na minha lista já, mas tem tantos outros que dei preferência.
    Não li nenhum, na verdade, mas vou começar, rs.

    Desbrava(dores) de Livros

    ResponderExcluir
  3. Aii gente, não sabia que A Sombra do Vento tinha continuação e fiquei muito interessado especialmente pelo segundo livro. ashaha
    A capa é linda. Não conhecia esse livro do autor.
    ótima resenha.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma trilogia, depois desse tem O prisioneiro do Céu

      Excluir
  4. Sua resenha me deixou curiosa para ler algo do autor.
    Ainda não o conhecia e fiquei super interessada.

    Ótima resenha.
    Beijos, ♡
    http://comoumrefugio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Sempre que entro aqui, tem resenhas diferentes, e eu fico cada vez mais curiosa por esses livros, se eu comprasse todos livros que quero iria estar falida rs

    ADORO!

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse livro, eu nunca li nada do Zafón e sempre pensei que o primeiro que leria seria Marina, mas esse me deixou mais intrigada. Fiquei curiosa para saber o que acontece a Martín e sobre a proposta. Já vi muitos elogios quanto ao livro do autor, assim como a sua o que só aumenta a vontade de conhecer as histórias.

    Abraços, Raquel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comecei com Marina que é bem fininho e nos faz desejar ler todos os livros dele.

      Excluir
  7. Acho que esse livro faz bem o meu estilo
    não li o primeiro, mas ele está na minha lista de desejados,
    gostei bastante da premissa do livro e a sua resenha me deixou bem curiosa para a estória

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro, mas conheço o autor, quer dizer, nunca li nada dele, mas já ouvi falar.

    bjos
    Pah
    dicalivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Nossa, fiquei muito curiosa agora!
    Principalmente pelo fato de você ter dito que as vezes não sabia o que era real ou não! Me deixou mega curiosa para saber como é a historia e se eu sinto a mesma coisa! hahaha
    Beijinhos, querida
    Jennifer
    http://queridamaiscafe.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Sil!
    Zafón é incrível, não é mesmo? *-*
    Já li um livro dele e achei a escrita incrível. Esse livro parece ter uma história muito interessante e gostosa de ser lida. Fiquei muito interessado e espero gostar muito assim como você.
    Gostei de saber sua opinião. (:
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Sil!
    Eu já vi tanta resenha do Zafón e me lamento por nunca ter comprado um livro dele. A forma como todos descrevem as histórias dele me atrai, adoro um clima de suspense num livro. Quando eu puder, comprarei com certeza. Tem uma blogueira que diz ter um time de Zafonetes heheh você se enquadra nesse time?
    Beijos
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil!
    Nunca li nenhum dos livros do autor e nunca li nenhuma resenha negativa.
    Espero poder ler um dos livros em breve, mesmo não sendo realmente o meu estilo, talvez eu goste!

    Beijos,
    Letícia - Literature Diary

    ResponderExcluir
  13. Nunca ouvi falar, mas pelas suas estrelas vou comprar para ler! *.*

    Blog: www.kaahmenezes.com
    Fã page: www.facebook.com/kaahmenezes1

    ResponderExcluir
  14. Oie Sil, eu nao conhecia esse livro e achei super interessante.

    bjiimm e otima quarta-feira

    http://www.lencos-e-aderecos.com/

    http://meuamorpaquistanes.blogspot.ie/

    ResponderExcluir
  15. Olá Sil, uma pena não acompanhar estes livros,
    realmente cada resenha que leio, percebo que
    as historias são muito boa. Adorei
    bjs

    Love Books

    ResponderExcluir
  16. Eu já li esse e gostei, realmente é muito bom mesmo
    otima resenha!

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  17. Bom dia Sil,

    Não li nada do autor ainda, mas estou com o livro Marina aqui para ler e espero gostar...parabéns pela resenha...abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Curiosidade, nível mil aqui. Parece ser muito bom, porém não encontro em lugar nenhum, credo.

    ResponderExcluir
  19. Um clássico maravilhoso cheio de intrigas, mistérios, cenários sombrios, e que ainda tem pinceladas de humor. Sem igual.

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo