30 setembro 2015

Resenha | Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler


Livro: Dez coisas que aprendi sobre o amor
Série: Não
Autor: Sarah Butler
Editora: Novo Conceito
Gênero: Drama
Páginas: 256
Ano: 2015

Resenha:
Daniel é um sem-teto que vive nas ruas de Londres e que perdeu tudo na sua vida, sua mãe, seu pai, com quem ele tinha uma relação de amor e ódio, a mulher que ele amava, mas que não pertencia a ele, e uma filha que nem sabe quem ele é e a quem ele nunca conheceu. Por 30 anos, sua vida só tem sentido pela esperança de encontrar sua filha. E foi o desejo de encontrar sua filha, que fez com ele perdesse seu ultimo emprego, como motorista de táxi. Ele pensou que tinha visto ela na rua e acabou perdendo o controle do carro. Mas ainda assim ele não desistiu. E agora que ele conseguiu descobrir o nome dela, ele sempre lê os jornais na esperança de que um dia o nome apareça em alguma matéria, nem que seja na coluna dos óbitos.

Alice tem 30 anos e sempre sentiu culpa pela morte de sua mãe quando ela tinha quatro anos. Por isso, e por sentir que era uma estranha em sua própria família, ela está sempre afastada de casa, viajando para algum lugar. E é em uma dessas viagens que ela descobre que seu pai está morrendo. Como ela está longe, ela só consegue chegar duas semanas depois que ele foi diagnosticado. Ela tem duas semanas a menos com ele, das três que o médico disse que ele provavelmente viveria. Ela sofre um baque quando vê seu pai, ele está acabado. Mas mesmo em meio a essa situação, Alice não consegue se sentir em casa. Ela não consegue se sentir amada por sua família. Ela sabe que tem alguma coisa errada, mas ninguém diz o que é.

Alice e Daniel não se conhecem e de comum eles só tem o amor pelas estrelas, pelas cores e pelos mirtilos. Além do hábito de fazerem listas de dez coisas para expressarem seus sentimentos. Coisas que os deixam felizes, ou que os deixam tristes, coisas que eles lembram, coisas que eles aprenderam. Os dois tem medo da rejeição. Ela de não ser aceita pela sua família e ele de não ser aceito pela sua filha. Os dois amam com a mesma intensidade, mas tem o mesmo medo de sentir esse amor e demonstrá-lo. Em algum momento as histórias deles irão se cruzar e eles terão que aprender algumas coisas sobre o amor.
"Uma vez que tenha me apaixonado, acho quase impossível me desapaixonar; aprendi isso sobre mim mesmo. Não é algo que torne a vida mais fácil."
A narração é em primeira pessoa com os capítulos divididos entre Alice e Daniel e sempre antes dos capítulos tem uma lista de dez coisas feita por eles. Confesso que no começo gostei, mas depois já estava de saco cheio de ler as listas. Li varias primeiras impressões sobre esse livro nos blogs e acho que esse foi o meu problema com esse livro. Estava com as expectativas muito altas em relação a ele e acabou que não alcançou minhas expectativas e me decepcionei um pouco por causa disso. Outra coisa foi que li ele logo após Cinco Dias que tem uma carga emocional enorme e fiquei esperando que Dez coisas sobre o amor fosse igual e não foi. Não que a história não seja boa, porque é, mas fiquei esperando mais do que ela apresentou. A edição do livro está linda, desde a capa muito significativa, até a diagramação muito fofa.

Alice não conseguiu me conquistar. Estava sempre reclamando de alguma coisa em relação a sua família e em vez de fazer alguma coisa para mudar isso, ela simplesmente fugia para outro país. Daniel foi o que mais gostei e fiquei com pena dele, não pelos motivos óbvios sobre sua situação financeira e sim sobre não conseguir se aproximar de sua filha por tudo o que já tinha passado por causa do amor. A relação dos dois também já dá para descobrir logo nos primeiros capítulos e achei estranho a autora querer fazer disso um mistério, quando estava na cara a verdade. E quanto ao final fiquei decepcionada também. Esperava outra coisa e não gostei. A favor do livro, posso dizer que a autora escreveu uma história bem real e até entendo aquele final. Mas leiam e tirem suas próprias conclusões.

Nota:




29 setembro 2015

Resultado dos desafios de Setembro/2015 e Resultado de Promoção

Oi, gente. Hoje tem a postagem do resultado dos desafios e também resultado de sorteio. Para quem não sabe, eu estou participando de três desafios esse ano, mas eu já terminei um deles. Quem quiser conferir é aqui. E os outros dois ficaram assim:

I Dare You

Setembro - Policial

Amamos romances policiais, e vocês? Espero que sim, porque em Setembro vamos ler sobre esse tema e não quero ninguém reclamando! Leia muita Agatha Christie (A Rainha do Crime *--*), James Petterson e Harlan Coben. Vocês verão o que é ficar preso na cama pelo dia inteiro, ansiosos para terminarem a leitura!




Livro: A maldição do espelho
Série: Não
Autor: Agatha Christie
Editora: Nova Fronteira
Gênero: Ficção Policial
Páginas: 247
Ano: 2015
Nota: 4/5
Resenha: Aqui








Desafio de Leitura para 2015 - Grupo Devoradores de livros

Um Autor Brasileiro 

Eu escolhi:



Livro: A Aposta
Série: ?
Autor: Vanessa Bosso
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance, Jovem Adulto
Páginas: 288
Ano: 2015
Nota: 5/5
Resenha: Aqui







Esse mês foi o que mais gostei até agora. Romance policial é o meu gênero favorito, e ainda escolhi um livro da minha autora favorita. E também estou amando os livros nacionais que estou lendo e por sorte amei o livro escolhido. Vamos ver o que o mês que vem nos aguarda.

Agora o resultado da promoção de aniversário do blog A Culpa é dos Leitores.

Vou colocar aqui só o resultado do kit que o Prefácio estava participando. Se quiser conferir todos os ganhadores é só clicar aqui.


O livro já foi enviado e a ganhadora nos marcou no Instagram dela.


Parabéns aos ganhadores!

E você que não ganhou, não fique triste, participe da promoção de aniversário do blog Além da Contracapa. É só clicar na imagem.




28 setembro 2015

Resenha | A Maldição do Espelho - Agatha Christie


Livro: A Maldição do Espelho
Série: Não
Autor: Agatha Christie
Editora: Nova Fronteira
Gênero: Ficção Policial
Páginas: 247
Ano: 2015

Resenha:
No vilarejo de St. Mary Mead não existem segredos. É questão de horas até todo mundo estar sabendo se você brigou com seu marido ou se você esqueceu de devolver a vasilha da vizinha. É nesse cenário que vive a simpática senhora que tem o dom de estar sempre metida em algum mistério ou crime, muito provavelmente um assassinato. Não que ela seja alguma fora da lei, ela apenas sabe observar e conhecer as pessoas, por isso ela está sempre ajudando nas soluções dos casos. O nome dela é Miss Jane Marple. No momento ela está se recuperando de uma crise de bronquite. Seu sobrinho Raymond, insistiu que na idade dela, e enfraquecida como está, ela não pode ficar sozinha e está pagando a srta. Knight para cuidar dela.

Mas Miss Marple odeia perder a sua privacidade. Ainda mais que a srta. Knight está sempre dizendo nós em vez de você ou eu. Isso tira Miss Marple do sério. Então ela propositadamente, manda a srta. Knight comprar coisas que ela não precisa e aproveita para dar um passeio sozinha. Quando ela percebe, já está na parte "desenvolvida" do vilarejo e o pior, ela acaba levando um tombo. Mas por sorte ela não quebra nada e acaba conhecendo a sra. Heather Badcock, dona da casa em frente de onde ela caiu. No dia seguinte, a cidade toda já sabe sobre seu tombo, inclusive sua amiga, a sra. Bantry que acaba de chegar de viagem. Ela é a antiga dona de Gossington Hall, a casa onde foi encontrado um corpo na biblioteca alguns anos atras e que Miss Marple ajudou a descobrir o assassino.

A proprietária da casa agora, é a famosa atriz de cinema Marina Gregg. E quando Marina organiza um evento beneficente na casa, o vilarejo comparece em peso para poder ver a atriz de perto e também as mudanças que fizeram na casa. Mas durante o evento algumas pessoas selecionadas, são chamadas para ir ao segundo andar da casa. Entre essas pessoas está Heather Badcock, fã de Marina e quando ela chega perto de Marina, começa a contar a história de quando elas se conheceram alguns anos atrás. Mas Marina não está prestando atenção, seu rosto com uma expressão angustiante, está focado em algo ou alguém atrás de Heather. Isso dura apenas um instante e logo Marina está tomando um drinque com Heather, que minutos depois cai morta.  Agora resta a Miss Marple encontrar o assassino de Heather e descobrir se ela era realmente a vítima escolhida antes que seja tarde e o assassino faça mais alguma vítima. 
Lembra-se da Lady de Shalott? '"O espelho quebrou de lado a lado: / 'A morte se abateu sobre mim', gritou / Lady de Shalott" Bem era assim que ela se parecia.
Já tinha lido esse livro a alguns anos atras, e reli ele para o desafio em que estou participando. Mas na verdade quase até o final do livro, eu não lembrava quem era o assassino. Só nas últimas páginas mesmo que lembrei de tudo hehe. O detetive Poirot é meu preferido da autora, mas Miss Jane Marple, que não é detetive, e sim uma grande observadora, é uma senhorinha muito simpática e tem um lugarzinho especial no meu coração de leitora. Enquanto Poirot é extremamente convencido de sua inteligencia e sagacidade, Miss Marple, é o contrário, ela sabe que é inteligente sim, mas ela sabe ficar em segundo plano, só dando uma dica aqui outra ali e vendo os mistérios sendo resolvidos com um sorriso no rosto e uma cesta de tricô no colo.

O livro não é um dos melhores da autora, mas tem todos os elementos que os leitores da Agatha estão acostumados. Tem o assassinato, tem a investigação, os depoimentos da pessoas que estavam presentes, amo os depoimentos nos livros dela, é onde conhecemos um pouco mais sobre cada personagem. Tem sempre um segundo e talvez um terceiro crime e por fim a solução do mistério. Tudo de maneira simples e objetiva, mas que sempre consegue me surpreender e me fazer amar cada dia mais essa autora que para quem não sabe, é a terceira na lista de livros mais vendidos no mundo, atras somente da Bíblia e de Shakespeare. A edição da Nova Fronteira está linda. A capa é dura e faz parte de um box com mais dois livros da autora. E nesse não encontre muito erros de revisão como em O Assassinato no Expresso do oriente. Recomendo para quem gosta de um bom livro policial.

Nota:




27 setembro 2015

Divulgação | Solteiro Sofre Demais - Bruno Godoi

Bruno Godoi e Editora Empíreo lançam o primeiro lumber lit do mundo, escrito num estilo inédito

Para quem não sabe, lumber lit é um gênero literário de ficção dentro da ficção masculina, cuja ideia principal é abordar questões cômicas do homem atual.


O LIVRO

Solteiro Sofre Demais, de Buno Godoi é o lançamento do mês da Editora Empíreo. O livro que chega às livrarias em setembro está em pré-venda aqui, onde pode ser adquirido com desconto e vários brindes.
Sabe o cada vez mais famoso gênero chick lit, esse é o primeiro lumber lit (barba lit) lançado no mundo. Livro pra “homem barbado”. A obra de humor conta o dia a dia de três solteirões vivendo numa república.
O protagonista, Larry James Lurex - 33 anos, professor de literatura - sofre de inúmeros distúrbios psíquicos, dentre eles, a terrível doença ESCS (Ereção Só Com Safadas). Resumo trágico: Larry só fica ereto com safadas. Pra piorar, ele se apaixona por uma jovem muito uma religiosa e virgem, Sasha Grei. Meses depois ficam noivos. Mas por que foi ficar noivo de uma religiosa?
Leo é engenheiro, tem doutorado e muitos diplomas, além de ser maluco e estar desempregado. Trabalhava na Petrobras, largou tudo pra mexer num experimento chamado Projeto Frank. Leo quer criar a mulher ideal. Mulher Frankenstein. Pra isso coleciona fotos de parte corporal de várias pessoas pra montar sua modelo de retalhos.
Freddie é um naturalista zen que trabalha numa farmácia pra comprar remédio a preço de custo. Ele abre uma franquia de Ioga Astral Matutino e Ioga Astral Noturno. IAM e IAN (a pronúncia é a mesma).
Ah, e tem a Ritinha, que não trabalha,  não faz nada..só observa.

A base 10
Solteiro Sofre Demais apresenta uma narrativa fluída e rápida como um filme de comédia. Não existe no mundo outro livro escrito no mesmo estilo. A Base 10 foi criada pelo autor Bruno Godoi. Manipulando palavras, frases e parágrafos, o estilo facilita a imersão do leitor com o humor cíclico da obra; além do resultado estético na simetria. São 77 capítulos, 770 parágrafos, 77.000 palavras.


O autor

Bruno Godoi é natural de Divinópolis, MG. Membro da Academia Divinopolitana de Letras e autor do O Grito Vermelho (Editora Novo Século) e Sete Cabeças (Editora Empíreo).

Solteiro sofre demais será lançado em setembro de 2015 pela Editora Empíreo. Em data e local a serem definidos. 


E ai, ficou interessado?
Eu já quero o meu exemplar.




25 setembro 2015

Resenha | Cinco Dias - Julie Lawson Timmer


Livro: Cinco Dias
Série: Não
Autor: Julie Lawson Timmer
Editora: Novo Conceito
Gênero: Drama
Páginas: 368
Ano: 2015

Resenha:
Mara Nichols é uma mulher bem sucedida, tanto na carreira como no casamento.  Mas nos últimos quatro anos, sua vida tem sido uma luta diária contra a Doença de Huntington. Ela que sempre foi uma mulher ativa e nunca dependeu de ninguém, agora vive uma vida de limitações e não consegue fazer mais as coisas banais do dia a dia, sem falar no humor, que oscila o tempo todo. Desde que soube o diagnóstico, ela tomou uma decisão: ela vai cometer suicídio. Ela já decidiu como vai morrer, sua unica preocupação é o corpo que vai ficar para trás para seu marido Tom, encontrar. Só faltava decidir quando ela faria isso e essa decisão é tomada quando ela não consegue segurar o xixi dentro do supermercado. Ela decide que será em cinco dias, no dia do seu aniversário, antes que nem isso ela consiga fazer mais.

Scott Coffman é um professor do ensino médio que acredita que pode mudar a vida dos alunos que estudam lá. Sua esposa Laurie está grávida de seis meses e requer sua atenção, mas fora os problemas dos seus alunos, ele só tem olhos para Curtis um menino de 8 anos que está morando com eles a um ano já, desde que a mãe dele foi presa. Mas agora ela está para ser solta e Curtis vai ser devolvido a sua antiga vida. Uma vida de necessidades constante, mas Scott não pode fazer nada a respeito, pois, para a justiça, o melhor lugar para uma criança é ao lado da mãe. Laurie já está pensando em tudo o que vai poder fazer com o tempo livre que vai ter a partir de agora, mas Scott só consegue pensar que em cinco dias vai estar longe de Curtis.

Mara e Scott não de conhecem pessoalmente, mas tem algo em comum: apenas cinco dias para se despedirem das pessoas que eles amam. Desde que adotou sua filha Lakshmi, Mara participa de uma comunidade online de pais adotivos, é de onde ela conhece Scott, que entrou na comunidade depois que Curtis veio morar com eles. Eles não sabem o nome verdadeiro um do outro, mas seus desejos e anseios são conhecidos de todos que participam do fórum. Todos sabem que Scott vai ter que devolver seu filho adotivo em cinco dias e ele conta com a ajuda de Mara para enfrentar os dias seguintes ao acontecimento. Só que Scott não tem nem ideia de que Mara não vai estar viva até lá para poder oferecer seu conforto a ele.
"— Acho que o intelecto e a lógica não sabem merda nenhuma de como é ser diagnosticado com uma doença incurável."
Não sei nem como começar a falar desse livro, eu solicitei ele porque gostei da sinopse, mas não tinha nem ideia da grandeza da história que iria encontrar pela frente. O livro é narrado por Mara e por Scott, em capítulos alternados. No começo não vemos a ligação entre os dois, mas depois as histórias se ligam. Não chorei lendo ele, mas terminei com um nó na garganta e uma sensação de impotência diante de uma doença que infelizmente está ganhando no momento. Eu gostei muito da história de Scott, mas diante da situação da Mara, seu drama particular me pareceu tão insignificante, mesmo sabendo que para ele era o fim do mundo o que estava acontecendo. Talvez por isso também gostei muito mais da Mara do que dele.

Eu já tinha ouvido falar da Doença de Huntington, mas acompanhar alguém vivendo ela é de cortar o coração. Meu pai sofre do Mal de Alzheimer e sei o que é conviver com alguém com uma doença incurável, mas a DH é ainda pior, não é só o cérebro que é afetado, mas as emoções e o corpo também. Em questão de pouco tempo a pessoa está em estado vegetativo. Por isso entendo a atitude da Mara em relação ao suicídio, não que eu aprove isso, mas lendo ela mostrando como era sua vida de antes e todas as situações que ela está vivendo e só tende a piorar, não tem como não perdoar o sacrifício que ela fez. E o engraçado é que ela não pensa nela e na dificuldade que ela está tendo e sim nas outras pessoas que terão que cuidar dela depois. E principalmente na sua filha, que tem apenas 5 anos e está sendo constrangida o tempo todo por causa de sua doença.

Quanto a Scott, me irritou algumas vezes. Sei que ele amava muito o Curtis, mas e sua esposa como fica nessa situação. Acho que no casamento as coisas tem que ser decididas pelos dois e não achar que não ama mais sua mulher porque ela não concordou com uma coisa que você quer muito. Coisa essa aliás que não era o que você queria quando casou com ela. Sei que algumas pessoas irão dizer que ela estava errada em não apoiar o marido nessa situação, mas temos que ver que ela está grávida depois de muito tempo tentando e que ela deu seu amor e sua atenção incondicional a Curtis durante esse ano que ele esteve com eles. Mas enfim, só não dei 5 estrelas por causa do final. Eu gosto de finais abertos, mas nesse caso, eu queria muito ler um epílogo para saber o que aconteceu. Mais uma vez parabéns a Novo Conceito pela edição muito bem feita e por ter trazido mais uma história maravilhosa para o Brasil.

Nota:




24 setembro 2015

#49 | A estante aumentou - Silvana

Olá, pessoal, conseguiram se controlar esse mês com as compras? Eu meio que exagerei um pouco hehe. Vamos ver o que chegou aqui em casa de compras, parcerias e promoções que eu ganhei.

Esses três da Carina Rissi, eu estava querendo a bastante tempo. Perdida e Encontrada, eu até já li emprestado e adorei. E quando apareceu uma ótima promoção, eu aproveitei.


O livro da Nora eu ainda nem li o primeiro, mas acho que vou gostar e comprei o segundo também. E Ligeiramente Escandalosos, eu ainda também não li os outros dois que ganhei de aniversário, mas já aproveitei e comprei o terceiro.


Esses dois ganhei em sorteios. A cidade dos segredos, eu já tinha perdido a esperança de chegar, mas ainda bem que veio hehe. Foi em um sorteio de aniversário no blog Livros e Citações em que ganhei 8 livros. Ainda falta um hehe. E O Oráculo de Aalis, ganhei no blog Livros da Jess.


Esses três foram em uma promoção no blog A Prateleira. Ganhei cinco livros e ainda faltam dois. Não consegui colocar o link porque o blog está fechado no momento.


Esses mimos legais eu ganhei em um sorteio também, mas não lembro qual foi. Recebi do blog Tô Pensando em Ler.


E esses foram de parceria com a Novo Conceito. A Aposta já tem resenha aqui.


Junto com os livros que solicitei, veio um livreto vira-vira com os primeiros capítulos dos próximos lançamentos da editora.


E ai, gostaram? Já leram algum desses?


23 setembro 2015

Resenha | Histórias em Retalhos - Nina B. Prescott


Livro: Histórias em Retalhos
Série: Não
Autor: Nina B. Prescott
Editora: Amazon
Gênero: Contos, Poemas, Drama
Páginas: 52
Ano: 2015

Resenha:

Histórias em Retalhos é uma coletânea de contos e poemas que falam sobre amor, entre outros assuntos. Ao todo temos 4 contos e 5 poemas, além de alguns esclarecimentos da autora no final. E posso dizer que me identifiquei muito com suas palavras no final. Lá ela diz que nunca pensou em escrever contos, porque sempre preferiu "histórias grandes" e muito menos poemas. E acho que quase todo mundo que acompanha o blog sabe que não sou muito de ler contos, e o engraçado foi que uso essa mesma expressão, "histórias grandes" hehe.

Outra coisa que gostei de ver esclarecido, foi o titulo do livro. Eu sou dessas que escolho o que vou ler pela capa e pelo titulo do livro, e quando li "Histórias em Retalhos", fiquei tentando descobrir o porque desse nome. A autora esclareceu que se decidiu por esse nome, porque todos os textos são retalhos de histórias reais. E quanto a capa, amei a simplicidade. Ela é perfeita. Outra coisa que gostei foi da autora ter comentado o que sentiu e o que quis passar com cada conto e quando li o que ela escreveu, fiquei feliz, pois foi justamente o que eu havia sentindo quando li eles.

Eu ainda não conhecia a escrita da Nina e posso dizer que me apaixonei logo no primeiro conto, que por sinal, foi o que eu mais gostei. Rosas de Cabeceira fala sobre a importância de expressarmos nossos sentimentos em voz alta. As vezes achamos que apenas demonstrando o que sentimos é o suficiente, mas aquelas três famosas palavrinhas, "Eu te amo", devem sim ser ditas com frequência, ou quando percebermos, já é tarde demais para dizê-las. Os outros contos e poemas também trazem cada um, uma mensagem especial. Tem um que fala sobre tentar fazer as coisas certas e acabar com consequências inesperadas, tem outro que fala sobre observarmos as pequenas coisas da vida e tem um poema lindo que foi escrito na ocasião da morte de sua avô.

Vou parar por aqui para não acabar soltando nenhum spoiler, pois como você podem ver, o livro é bem curtinho e dá para ser lido bem rapidinho, mas as mensagens que ele trás, vai continuar no meu coração por muito tempo ainda. Recomendo para você que gosta de contos e poemas bem escritos, e para você que assim como eu prefere "histórias grandes", leia e perceba que o tamanho de uma história não está na quantidade de páginas e sim na grandeza da mensagem que ela trás.
"As rosas eram as suas palavras, mas Cindy não queria mais se privar delas."
"Ela olhou os detalhes para honrar a memória daqueles que amava e também por ela mesma."

22 setembro 2015

Promoção de aniversário do blog Além da Contracapa


Hoje o Além da Contracapa completa 4 anos e para coroar as comemorações que vem acontecendo durante todo o mês de setembro com conteúdos especiais é chegada a hora dos presentes. 

Para isso, nós convidamos vários blogs amigos e também as nossas editoras parceiras para fazer uma super promoção que dará 30 livros para 15 leitores. A todos vocês o nosso muito obrigado! E agora vamos à festa!


Regulamento:

A promoção terá início no dia 22 de setembro e término no dia 22 de outubro.


Para participar, basta preencher os formulários abaixo, usando sua conta do Facebook ou seu e-mail, e ter um endereço de entrega no Brasil.

Todas as entradas são opcionais.

O resultado será divulgado no blog e nas redes sociais até três dias após o encerramento da promoção, sendo que os sorteados serão contatados por e-mail, tendo o prazo de 48 horas para fornecer seus dados e o blog se responsabiliza por confirmar o recebimento das informações. 

Os livros sorteados são:

Além Da Contracapa - Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer
Artesã Literária - Ligações
Blog Prefácio - O Inocente
Conjunto da Obra - Seis Coisas Impossíveis
Constantes & Variáveis - O Pequeno Principe
Desbravadores de Livros - Mensageiros da Morte
Estante Diagonal - Loving The Band
Memórias de Leitura - A Máquina Antibullying
My Dear Library - O Grande Ivan
Revelando Sentimentos - Colin Fisher
Roendo Livros - Soldier, leal até o fim
S2 Ler - Sedução no Convento
The Tony Lucas Blog - Extraordinário
Tô Pensando em Ler - As Cores do Entardecer
Universo Literário - Sal
Vida de Leitor - Easy

primeiro sorteado poderá escolher oito livros entre as dezoito opções, o segundo sorteado poderá escolher seis livros entre as dez opções, e o terceiro sorteado ficará com os quatro livros restantes. 

O prazo para envio dos livros é de 40 dias úteis


A Equipe do Além da Contracapa se reserva ao direito de dirimir questões não previstas neste regulamento. 

Para conferir as demais promoções, não deixe de acessar o blog Além da Contracapa. 



21 setembro 2015

# Especial Stephen King | Aniversariante

Stephen King é o nosso homenageado do mês. Nascido em 21 de Setembro de 1947. Reconhecido como um dos mais notáveis escritores de contos de horror fantástico e ficção de sua geração. Seus livros venderam mais de 350 milhões de copias. Com publicações em mais de 40 países. É o 9º autor mais traduzido no mundo.

Curiosidades:
*Sua primeira obra só foi realmente finalizada, por apoio de sua esposa. Ele havia começado a escrever uma historia com uma moça com poderes psíquicos, porem se sua esposa não tivesse o incentivado jamais teríamos Carrie (1974).
* Apos a morte de sua mãe, King desenvolveu a dependência por álcool. E um dos seus personagens mais marcantes foi inspirado nele mesmo. Estou falando de Jack de O Iluminado (1977). Com a ajuda de amigos e familiares hoje King não é mais dependente de nenhuma droga.
* Em 1999 King sofreu um gravíssimo acidente que o deixou sem memoria, fraturou o quadril, quebrou a perna e teve danos nos pulmões. Em poucos meses de tratamento, se recuperou e está novinho em folha rs.
* O Iluminado (1980) dirigido por Stanley Kubrick é um dos seus grandes sucessos. Porem essa adaptação não agradou a King e em 1997 produziu uma serie pra tv com 3 capítulos mais fiel ao livro.
* O palhaço de It (1986) foi inspirado no Ronald McDonnald. [°.° eu hein] -  E o próprio autor tem medo de palhaços. -.-
* King não é o único escritor da família, sua esposa e filhos também são.

Obras:


Ficção

  • 1974 - Carrie, a Estranha (Carrie)
  • 1975 - Salem/A Hora do Vampiro (Salem's Lot)
  • 1977 - O Iluminado (The Shining)
  • 1978 - A Dança da Morte (The Stand)
  • 1979 - A Zona Morta (The Dead Zone)
  • 1981 - Dança Macabra (Dance Macabre)
  • 1980 - A Incendiária (Firestarter)
  • 1981 - Cão Raivoso (Cujo)
  • 1983 - Christine (Christine)
  • 1983 - O Cemitério (Pet Sematary)
  • 1983 - A Hora do Lobisomem (Cycle of the Werewolf)
  • 1984 - O Talismã (The Talisman, escrito com Peter Straub)
  • 1986 - It - A Coisa (It)
  • 1986 - Conta Comigo (Stand by me)
  • 1987 - Os Olhos do Dragão (The Eyes of the Dragon)
  • 1987 - Misery/Angústia (Misery)
  • 1987 - Os Estranhos (The Tommyknockers)
  • 1989 - A Metade Negra (The Dark Half)
  • 1990 - A Dança da Morte (expandida) (The Stand: The Complete & Uncut Edition)
  • 1991 - Trocas Macabras (Needful Things)
  • 1992 - Jogo Perigoso (Gerald's Game)
  • 1992 - Eclipse Total (Dolores Claiborne)
  • 1994 - Insônia (Insomnia)
  • 1995 - Rose Madder (Rose Madder)
  • 1996 - À Espera de um Milagre (The Green Mile)
  • 1996 - Desespero (Desperation)
  • 1998 - Saco de Ossos (Bag of bones)
  • 1999 - A Tempestade do Século (Storm of the Century)
  • 1999 - The Girl Who Loved Tom Gordon (não publicado no Brasil)
  • 2000 - Andando na Bala ('Riding the Bullet' - no Brasil publicado como parte da coletânea de contos 'Tudo é Eventual')
  • 2000 - Sobre a Escrita (On Writing)
  • 2001 - O Apanhador de Sonhos (Dreamcatcher)
  • 2001 - A Casa Negra (Black House, escrito com Peter Straub)
  • 2002 - Buick 8 (From a Buick 8)
  • 2005 - O Rapaz do Colorado (The Colorado Kid)
  • 2006 - Celular (Cell)
  • 2006 - LOVE: A História de Lisey (Lisey’s Story)
  • 2008 - Duma Key (Duma Key)
  • 2009 - Sob a Redoma (Under The Dome)
  • 2010 - Blockade Billy (não publicado no Brasil)
  • 2011 - Novembro de 63 (11/22/63 - A Novel)
  • 2013 - Joyland (Joyland)
  • 2013 - Doutor Sono (Doctor Sleep)
  • 2014 - Mr. Mercedes (Publicação no Brasil datada para 2016) (Primeiro livro da trilogia sobre Bill Hodges)
  • 2014 - Revival (publicação no Brasil datada para novembro de 2015)
  • 2015 - Finders Keepers (Segundo livro da trilogia sobre Bill Hodges)

Livros de Contos 

  • 1978 - Sombras da Noite (Night Shift)
  • 1982 - Quatro Estações (Different Seasons)
  • 1985 - Tripulação de Esqueletos (Skeleton crew)
  • 1990 - Depois da Meia-noite (Four Past Midnight)
  • 1993 - Pesadelos e Paisagens Noturnas I e II (Nightmares & Dreamscapes)
  • 1997 - Six Stories (não publicado no Brasil)
  • 1999 - Hearts in Atlantis (não publicado no Brasil)
  • 2002 - Tudo é Eventual (Everything is eventual: 14 Dark Tales)
  • 2008 - Ao Cair da Noite (Just After Sunset)
  • 2010 - Escuridão Total, Sem Estrelas (Full Dark, No Stars)

Sob o pseudônimo de Richard Bachman

  • 1977 – Fúria/Raiva (Rage)
  • 1979 - A Longa Marcha/Caminhada da Morte (The Long Walk)
  • 1981 - A Auto-Estrada (Roadwork)
  • 1982 - O Concorrente (The Running Man)
  • 1984 - A Maldição do Cigano (Thinner)
  • 1985 - Os Livros de Bachman (The Bachman Books)
  • 1996 - Os Justiceiros (The Regulators)
  • 2007 - Blaze



Filmes

  • 1976 - Carrie (Baseado no livro de 1974)
  • 1980 - The Shining (O Iluminado) (Baseado no livro de 1976)
  • 1982 - Creepshow (Creepshow - Arrepio do Medo) (Consiste em 5 pequenos filmes; dois baseados nos contos 'Weeds' de 1976 e 'The Crate' de 1979; e os outros foram escritos especialmente para o filme)
  • 1983 - Cujo (Cão Raivoso) (Baseado no livro de 1981)
  • 1983 - The Dead Zone (Na Hora da Zona Morta) (Baseado no livro de 1979)
  • 1983 - Christine (Baseado no livro de 1983)
  • 1984 - Children of The Corn (As Crianças do Milharal) (Baseado no conto, localizado no livro 'Sombras da Noite', de 1977)
  • 1984 - Firestarter (A Incendiária) (Baseado no livro de 1980)
  • 1985 - Cat's Eye (Olhos de Gato) (Consiste em três pequenos filmes; dois baseados nos contos 'Ex-Fumantes Ltda.' de 1978 e 'The ledge' de 1976; e o outro foi escrito especialmente para o filme)
  • 1985 - Silver Bullet (A Hora do Lobisomem ou Bala de Prata) (Baseado no livro 'A Hora do Lobisomem' de 1983)
  • 1986 - Maximum Overdrive (Comboio do Terror) (Baseado no conto 'Caminhões' de 1973)
  • 1986 - Stand By Me (Conta Comigo) (Baseado no conto 'O Corpo', localizado no livro 'Quatro Estações', de 1982)
  • 1987 - Creepshow 2 (Show de Horrores) (Sequência do filme de 1982, consiste em três pequenos filmes, um baseado no conto 'The Raft' de 1982; e os outros dois foram escritos especialmente para o filme)
  • 1987 - A Return to Salem's Lot ( O Retorno a Salem's Lot) (Sequência da mini serie de 1979)
  • 1987 - The Running Man (O Sobrevivente) (Baseado no livro de 1982)
  • 1989 - Pet Sematary (Cemitério Maldito) (Baseado no livro de 1983)
  • 1990 - Tales From the Darkside: The Movie (Contos da Escuridão) (Consiste em três filmes pequenos; um baseado no conto 'The Cat From Hell' de 1977; e os outros dois não tem conexão com o King)
  • 1990 - Graveyard Shift (A Criatura do Cemitério) (Baseado no conto de 1970)
  • 1990 - Misery (Louca Obsessão) (Baseado no livro de 1987)
  • 1992 - The Lawnmower Man (O Passageiro do Futuro) (Baseado no conto de 1976) (O filme é visivelmente baseado no conto, mas os diretores do filme não tiveram nenhuma ligação burocrática com o King, ou seja, roubaram a sua história)
  • 1992 - Sleepwalkers (Sonâmbulos) (Roteiro Original)
  • 1992 -  Pet Sematary 2 (Cemitério Maldito 2) (Sequência do filme de 1989)
  • 1993 - Children of the Corn II: The Final Sacrifice (Colheita Maldita 2: O Sacrifício Final) (Sequência do filme de 1984; única sequência a ser apresentada em forma de teatro)
  • 1993 - The Dark Half (A Metade Negra) (Baseado no conto de 1989)
  • 1993 - Needful Things (Trocas Macabras) (Baseado no conto de 1990)
  • 1994 - The Shawshank Redemption (Um Sonho de Liberdade) (Baseado no conto 'Rita Hayworth and Shawshank Redemption' de 1982, localizado no livro 'Quatro Estações')
  • 1995 - The Mangler (Mangler, O Grito de Terror) (Baseado no conto de 1972)
  • 1995 - Dolores Claiborne (Eclipse Total) (Baseado no conto de 1993)
  • 1995 - Children of the Corn III: Urban Harvest (Colheita Maldita 3: Colheita Urbana) (Sequência do filme de 1993; primeira sequência a ser lançada diretamente em vídeo)
  • 1996 - Sometimes They Come Back... Again (As Vezes Eles Voltam 2) (Sequência do filme para a TV de 1991)
  • 1996 - Children of the Corn IV: The Gathering (Colheita Maldita 4) (Sequência do filme de 1995)
  • 1996 - Thinner (A Maldição) (Baseado no livro de 1984)
  • 1997 - The Night Flier (Voo Noturno) (Baseado no conto de 1988)
  • 1998 - Children of the Corn V: Fields of Terror (Colheita Maldita 5) (Sequência do filme de 1996)
  • 1998 - Apt Pupil (O Aprendiz) (Baseado no conto de 1982)
  • 1998 - Sometimes They Come Back… for More (As Vezes Eles Voltam... Para Sempre!) (Sequência do filme de 1996)
  • 1999 - The Rage: Carrie 2 (A Maldição de Carrie) (Sequência do filme de 1976)
  • 1999 - Children of the Corn 666: Isaac's Return (Colheita Maldita 666 - Isaac Está de Volta) (Sequência do filme de 1998)
  • 1999 - The Green Mile (A Espera de Um Milagre) (Baseado no livro de 1986)
  • 2001 - Hearts in Atlantis (Lembranças de Um Verão) (Baseado no conto de 1999,  'Low Men In Yellow Coats')
  • 2001 - Children of the Corn: Revelation (Colheita Maldita 7) (Sequência do filme de 1999)
  • 2001 - The Mangler 2 (Pânico Virtual) (Sequência do filme de 1995)
  • 2002 - Firestarter 2: Rekindled (Vingança Em Chamas) (sequência do filme de 1984)
  • 2003 - Dreamcatcher (O Apanhador de Sonhos) (baseado no livro de 2001)
  • 2004 - Secret Window (Janela Secreta) (Baseado no conto 'Secret Window, Secret Garden' de 1990)
  • 2004 - Riding the Bullet (Montando na Bala) (baseado no conto de 2000, localizado no livro 'Tudo é Eventual')
  • 2005 - The Mangler Reborn (Mangler - O Massacre) (sequência do filme de 2001)
  • 2007 - Creepshow III (Creepshow 3 - Forças do Mal) (Sequência não oficial do filme de 1987; consiste em 5 pequenos filmes, nenhum escrito pelo King)
  • 2007 - 1408 (1408) (baseado no conto de 1999)
  • 2007 - The Mist (O Nevoeiro) (Baseado no conto de 1980, localizado no livro Tripulação de Esqueletos )
  • 2007 - No Smoking (Não Fume) (Baseado no conto Ex-Fumantes Ltda; localizado no livro Sombras da Noite)
  • 2009 - Dolan's Cadillac (Sede de Vingança) (Baseado no conto de 1985)
  • 2011 - Children of the Corn: Genesis (Colheita Maldita: Genesis) (Sequência do filme de 2001)
  • 2013 - Carrie (Carrie, A Estranha) (Terceira adaptação do livro de 1974) (Apesar de terem versões anteriores, esse filme não e considerado um remake, mas sim uma nova adaptação)
  • 2014 - A Good Marriage (Baseado no conto de 2010, com roteiro feito pelo King)
  • 2014 - Mercy (Baseado no conto 'Vovó' de 1985, localizado no livro Tripulação de Esqueletos)
  • 2015 - Cell (Celular) (Baseado no livro de 2006, com roteiro feito pelo King)
  • 2017 - Um projeto da Sony prevê o lançamento da primeira adaptação cinematográfica (filme) da série A Torre Negra para dia 13 de janeiro de 2017. O projeto pretende ser inovador, com uma série que complementaria os filmes.
Sob a redoma

Séries/Filmes

  • 1979 - Salem's Lot (A Mansão Marsten) (Mini-série baseada no livro de 1975)
  • 1990 - It (It - A Coisa) (Mini-série baseada no livro de 1986)
  • 1991 - Sometimes They Come Back (As Vezes Eles Voltam) (Baseado no conto de 1974, este é um Telefilme, estreado na televisão)
  • 1991 - Golden Years (Série para a TV, roteiro original)
  • 1993 - The Tommyknockers (Os Estranhos) (Mini-série baseada no livro de 1987)
  • 1994 - The Stand (A Dança da Morte) (Mini-série baseada no livro de 1978)
  • 1995 - The Langoliers (Fenda no Tempo) (Mini-série baseada no livro de 1990)
  • 1997 - The Shining (Mini-série, segunda adaptação do livro de 1977)
  • 1997 - Trucks (Trucks - Comboio do Terror) (Baseado no conto de 1978)
  • 1997 - Quicksilver Highway (A Maldição de Quicksilver)(Consiste em dois pequenos filmes; um baseado no conto 'Chattery Teeth', de 1993; e o outro é baseado em um conto de Clive Barker)
  • 1999 - Storm of the Century (Mini-série, roteiro original)
  • 2002 - Rose Red (A Casa adormecida) (Mini-série, roteiro original)
  • 2002-2007 - The Dead Zone (A Zona Morta) (Série para a TV, segunda adaptação do livro de 1979)
  • 2002 - Carrie (Carrie, A Estranha)(Segunda adaptação do livro de 1974)
  • 2003 - The Diary of Ellen Rimbauer(O Diário de Ellen Rimbauer) (Precededor de 'Rose Red')
  • 2004 - Kingdom Hospital (Reino Hospitalar) (Série para a TV baseada na mini-série 'The Kingdom', de Lars Von Trier)
  • 2004 - Salem's Lot (A Mansão Marsten) (Mini-série, segunda adaptação do livro de 1975)
  • 2006 - Desperation (Desespero) (Baseado no livro de 1976)
  • 2006 - Nightmares and Dreamscapes (Pesadelos e Paisagens Noturnas) (Mini-série para a TV; oito episódios baseados em oito contos, do livro 'Pesadelos e Paisagens')
  • 2009 - Children of the Corn (A Colheita Maldita) (Segunda adaptação do conto de 1977)
  • 2010-2015 - Haven (Série de TV vagamente inspiradas nos personagens e nas situações do livro 'The Colorado Kid', de 2005)
  • 2011 - Bag of Bones (Saco de Ossos) (Mini-série baseado no livro de 1998)
  • 2013-2015 - Under The Dome (Sob a Redoma) (Baseado no livro de 2009)
  • 2014 - Big Driver (Série de TV, baseado no conto de 2010, localizado no livro 'Full Dark, No Stars')
¨tirado do Wikipédia.
Como vocês puderam ver, a obra de Stephen King é extensa. Eu particularmente sou fã, afinal gosto de uma boa historia de terror, e nisso nosso homenageado é mestre em nos deixar de cabelos em pé. Confesso que agora fiquei com vontade de fazer um novo post sobre alguns dos filmes adaptados de King, e olha, talvez tenha filmes que você nem saiba que foi baseado em alguma obra dele. 
Quem quiser um novo post especial é só comentar ai em baixo. E nos diga também se você é fã, se já leu alguma obra dele ou então só se simpatiza com o cara hehehe. Beijos e até breve!



20 setembro 2015

Resenha | Champion - Do caos e da lenda surgirá um campeão - Marie Lu


Livro: Champion
Serie: Trilogia Legend #3
Autor: Marie Lu
Editora: Prumo
Gênero: Distopia
Paginas: 304
Ano: 2014

Contem spoiler dos livros anteriores.

Resenha:

No livro anterior, vimos Day declarar seu apoio a Anden e logo depois descobrir que está morrendo. Por isso ele diz a June que ela deve aceitar treinar para o cargo de Primeira Cidadã oferecido por Anden. Só que June não sabe sobre a doença e acha que Day está se afastando dela por não conseguir perdoá-la pela morte da sua família. Champion começa vários meses após Prodigy. Depois de se reencontrar com Éden, Day não quer mais se afastar dele, mas sua doença não deixa que isso aconteça, ele está cada vez pior e fica por muito mais tempo na cama. E para tentar acabar com a doença, ele vai para São Francisco tentar um novo tratamento. Já faz oito meses que ele se mudou para lá e nesses oito meses ele não falou nenhuma vez com June.

Por isso, ele fica surpreso quando recebe uma ligação dela pedindo que ele vá a um dos bailes organizados pela republica. June não queria ligar, principalmente pelo motivo que está ligando, mas Anden implora que ela o faça. Desde que Day declarou seu apoio a Anden, as Colonias estavam em paz com a Republica, mas um dos vírus criados pela Republica, acabou chegando na Colonia e agora eles querem a cura ou atacarão com toda a sua força. O problema é que eles não tem a cura e o que eles podem fazer, é tentar fabricar a cura usando Éden, já que ele foi o portador do vírus que desencadeou tudo isso. Mas June sabe que eles não podem pedir a Day, o único membro da família que ainda lhe restou. Ainda assim a vontade de ver Day é maior, então ela pede a ele que venha para o baile.

June estava certa, assim que Day descobre o motivo de estar no baile e o que eles querem com Éden, ele fica furioso. Ele diz a June que se alguém tocar em Éden, eles não terão que se preocupar com As Colônias. Ele vai falar com o povo e assim como ele conseguiu o apoio deles a Anden, em um piscar de olhos, as pessoas irão se voltar contra Anden e ele terá que enfrentar uma revolução. Mas logo em seguida a doença de Day evolui e ele acaba indo parar no hospital, onde todo o povo acaba descobrindo que ele esta morrendo. É quando June entende o porque dele ter se afastado. Mas eles nem tem tempo de se entenderem, quando eles estão finalmente conversando sinceramente, a República é atacada. E durante o ataque, os responsáveis pela morte de Metias que seriam executados, conseguem fugir.

Final de serie ou trilogia é sempre a mesma coisa, principalmente quando é de uma história que amamos. É aquele vazio por saber que não vou mais "ver" Day e June todo dia de manhã no ônibus. Mas olhando pelo lado bom, foi mais uma trilogia terminada e que fiquei extremamente satisfeita pela forma como terminou. É claro que a autora me fez chorar um monte, ficar com aquele nó na garganta e até o epílogo estava muito triste com o rumo que as coisas tinham tomado. Não estava acreditando naquele final, até ler as ultimas paginas e me alegrar novamente. O pior foi chorar dentro do ônibus hehe. A trilogia terminou da mesma forma que começou, com muita ação e varias reviravoltas ao longo do livro e nada era o que parecia.

O livro é narrado por Day e June, um capitulo na visão de cada um deles. Nesse livro o foco voltou para os dois protagonistas, com algum destaque para Pascao. E não posso deixar de citar Metias, que mesmo sendo morto no começo do primeiro livro, se fez presente ao longo da trilogia e foi fundamental para o amadurecimento de June. Não sei dizer quem amo mais dos dois. Eles entraram para a minha lista de "casais" favoritos. Coloquei entre aspas porque apesar deles se amarem, dá para contar nos dedos de uma mão as vezes que eles ficaram juntos. E mesmo assim o amor entre eles era palpável. Day roubou o posto que era de Jace ( Os Instrumentos Mortais), agora ele é o meu namorado literário hehe. Recomendo para quem gosta de uma boa distopia, cujo foco do livro não é a decisão de com quem a protagonista vai ficar. 

Nota:


Trilogia Legend
1- Legend
2- Prodigy
3- Champion



19 setembro 2015

Tag | Hall Of Shame Literário


Hoje tem tag atrasada aqui no blog. Fui indicada pelo Marcos do blog Desbrava(dores) de livros. A tag foi criada pela Tamires do blog Meu Epílogo.
A TAG consiste em listar cinco livros aclamados pela sua qualidade ou muito conhecidos que você não leu e sente vergonha por isso. 
Escolhi alguns livros que estão na minha estante a bastante tempo e outros que eu não tenho ainda.


O Pequeno Príncipe: É para ter vergonha mesmo né? Na verdade só conheci esse livro depois de "grande", dai fiquei achando que era infantil e não peguei para ler. Mas agora vendo essa edição maravilhosa (que inclusive acabei de comprar mas não chegou ainda) que lançaram, vamos ver se leio.



Extraordinário: Eu tenho esse livro tem muito tempo e só leio resenhas ótimas sobre ele e não sei porque ainda não li. #Vergonha.


A Batalha Dos Mortos: Eu amei o primeiro livro e estava louca para ganhar esse. Dai acabou que foi ficando, foi ficando e está lá esperando na estante. É muita vergonha de não ter lido ainda.


Divergente: Esse  a vergonha fica por conta de que todo mundo que conheço, leu ele e eu nada. Na verdade eu estava super empolgada para ler, comprei e meu sobrinho veio e contou o final. Fiquei tão decepcionada que deixei lá na estante.


1984: Escolhi esse livro para ilustrar a postagem, mas poderia ser qualquer um do autor. Na verdade eu tenho vergonha de nunca ter lido, mas não tenho vontade de ler hehe.


Blogs que eu indico:
Vou indicar alguns blogs que eu vi que não responderam ainda, mas sinta-se a vontade para responder também.
Mirelle, do blog Recanto da Mi
Eloísa, do blog Jovem Literário
Ane, do blog My Dear Library (sei que você não gosta, mas quem sabe hehe)
Gih, do blog Profissão Escritor


17 setembro 2015

Resenha | A Aposta - Vanessa Bosso


Livro: A Aposta
Série: ?
Autor: Vanessa Bosso
Editora: Novas Páginas
Gênero: Romance, Jovem Adulto
Páginas: 288
Ano: 2015

Resenha:

Nina Albuquerque acaba de ser transferida de escola. Na verdade ela foi expulsa da escola antiga. Com notas entre 9.5 e 10, ela não se conformou ao receber uma nota 5 em História. Se fosse por merecimento, ela até teria ficado calada, mas ela tem certeza de que foi porque deu um fora no filho do professor. Ela não pensou duas vezes  e riscou toda a lateral do carro dele. E o Colégio Prisma foi o único que aceitou Nina depois disso. Ela agora é a aluna nova que além de tudo, tem fama de ser intocável, porque ela não deixa nenhum garoto chegar perto. O que ninguém sabe é que ela teve uma enorme decepção com seu antigo namorado e se fechou completamente para o amor.

Alexandre Heinrich, ou simplesmente Lex, é "o" cara. Ele é o maior pegador do Colégio Prisma, ele é lindo e sabe bem o efeito que exerce sobre as meninas. No momento ele está precisando de dinheiro para consertar sua moto. Então seu amigo Gancho, tem a ideia de conseguir esse dinheiro com uma aposta: Lex tem que dobrar a Nina. E antes que Lex possa falar alguma coisa, ele já espalhou a noticia sobre a aposta e todos estão apostando contra Lex. Lex não quer participar disso, ainda mais porque Nina descobre sobre a aposta e fica furiosa. Mas ele não tem muita saída, porque Bárbara, sua ex-namorada, quer se vingar de Nina e acaba chantageando Lex, para que ele aceite a aposta.

E Nina não vai deixar barato para Lex, ela  faz uma contra-aposta. Se Lex conseguir com que ela se apaixone por ele, ela mesmo dará o dinheiro que ele precisa para o conserto da moto. Por causa de Bárbara, Lex não tem como recusar e o acordo fica selado. Como eles estão prestes a viajar para a Ilha Inamorata por uma semana para comemorar a formatura, fica combinado que Lex terá essa semana na ilha para conquistar Nina. Ela tem certeza de que depois de tudo que passou com seu ex, ela nunca vai se apaixonar por ele e que essa aposta já está ganha. Mas nem tudo vai acontecer da forma que ela imagina. Sem falar que Bárbara quer vingança e fará de tudo para humilhar Nina diante de todos.
"— Acha mesmo que eu posso me apaixonar por Lex? Enlouqueceu? — Nina se altera.
— Acho sim. Esse é um jogo perigoso e você está brincando com fogo. — Nathi dispara."
Logo que comecei a ler esse livro, veio na minha cabeça alguns enredos de filmes americano que cansei de assistir na sessão da tarde. É clichê? Com certeza! Então porque devo ler esse livro se já sei o enredo e como termina a história? Porque tenho certeza de que você vai se apaixonar pela escrita da Vanessa assim como eu me apaixonei. Apesar de todos os elementos já conhecidos como mocinha que não se deixa dobrar, mocinho apaixonante, relação entre tapas e beijos, uma garota má planejando uma vingança, situações mais do que engraçadas, a autora inseriu um elemento que deixou a história única e cativante: a narradora. Narrado em terceira pessoa, a narradora não se contenta em apenas contar o que está acontecendo e sim dá seus pitacos a todo instante, contando detalhes da vida dos personagens, se tornando uma das personagens mais queridas da história.

Fora a narradora que foi de longe meu personagem favorito, temos Nina, uma garota traumatizada e que vira uma espécie de simbolo de todas as outras garotas da história que já foram "apostas" entre os garotos. Não tem como não torcer por ela. Lex, me conquistou e me vi desejando estar no lugar da Nina. Ele é apresentado como "o cara", mas ao longo da história vemos que seu comportamento se deve mais as más companhias do que pelo caráter dele em si. E tem a Bárbara, que odiei do começo ao fim e quis dar uma surra nela no fim do livro. E temos uma leva de personagens secundários que são tão encantadores como os protagonistas e que suas histórias dariam outro livro, como as amigas de Nina, Nathi e Laís e Gancho, melhor amigo de Lex.

A edição do livro está impecável como sempre são os livros da Novo Conceito. E apesar de não gostar de casais na capa, gostei da editora ter mantido a capa original. Para quem não sabe o livro foi um grande sucesso de vendas em ebook na Amazon. Até por isso coloquei uma interrogação lá na parte da série, nos detalhes do livro, porque existe A Aposta 2, mas não sei se a editora irá lançar. Espero que sim, porque me apaixonei pela escrita da autora e quero ler mais livros dela e poder matar as saudades do casal que já está entre os meus favoritos. Você que gosta de um bom clichê vai amar, você que não gosta, sei que também vai se encantar com a forma como a autora escreveu a história. Só posso dizer: leia!

Nota: 



© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo