22 agosto 2017

#5 | Eu Quero!

Já fez sua lista de desejados do mês de agosto? Esse mês foi dificil escolher apenas cinco para colocar aqui, porque teve tantos lançamentos que me interessaram. Mas infelizmente o dinheiro não dá hehe.

Madrid, anos 1950. Alicia Gris é uma alma nascida das sombras da guerra,que lhe tirou os pais e lhe deu em troca uma vida de dor crônica. Investigadora talentosa, é a ela que a polícia recorre quando o ilustre ministro Mauricio Valls desaparece; um mistério que os meios oficiais falharam em solucionar. Em Barcelona, Daniel Semper e não consegue escapar dos enigmas envolvendo a morte de sua mãe, Isabella. O desejo de vingança se torna uma sombra que o espreita dia e noite, enquanto mergulha em investigações inúteis sobre seu maior suspeito — o agora desaparecido ministro Valls. Os fios dessa trama aos poucos unem os destinos de Daniel e Alicia, conduzindo-os de volta ao passado, às celas frias da prisão de Montjuic, onde um escritor atormenta do escreveu sobre sua vida e seus fantasmas; aos últimos dias de vida de Isabella, com seus arrependimentos e confissões; e a intrigas ainda mais perigosas, envolvendo figuras capazes de tudo para manter antigos esqueletos enterrados.

Desde que anunciaram um novo livro da trilogia O Cemitério dos Livros Esquecidos, eu fiquei doida para ler ele. O Zafón é um dos melhores autores da atualidade e suas histórias são incríveis. Mas vou demorar para comprar porque o preço está muito salgado.

Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação, que o desarma completamente.

Bom, Julia Quin não preciso nem falar nada. Sou doida por romances de época e pelos livros dela mais ainda. E essa capa maravilhosa?

Em um cenário de contos de fadas, Babi A. Sette convida o leitor a mergulhar em um mundo novo, repleto do encantamento que somente um amor de almas gêmeas pode realizar
Aos vinte e um anos, Lizzie deveria estar empenhada em fisgar um noivo e finalmente se casar. Entretanto, após uma decepção amorosa, o coração da jovem só palpita por sua grande paixão — os estudos sobre o povo e a cultura celtas. Esse interesse faz com que ela troque os concorridos salões de baile de Londres pelas estradas desertas e sinuosas das Highlands escocesas.
Ali, ela conhecerá Gareth, o enigmático líder do clã que vive no local mais remoto e bucólico da Escócia. Envolto em uma aura de mistério, ele luta para manter suas tradições, seus segredos e, principalmente, seu povo em segurança.
Enquanto o austero Gareth tem a vida toda sob controle e resiste a mudanças, Lizzie está muito entusiasmada com suas explorações e descobertas. Porém a vida de ambos é alterada de maneira inexorável quando uma fatalidade transforma a tão sonhada aventura de Lizzie em pesadelo.
Vindos de mundos tão diferentes, mas unidos por uma atração irresistível, Lizzie e Gareth vivem uma paixão proibida e desafiadora, sem saber que finalmente poderão encontrar aquilo que só ousavam buscar em sonhos.

Esse também me ganhou pela capa e pela autora. Já li os outros livros dela e eu amei todos. Espero que esse seja tão bom quanto os outros.

Londres, 1829. Angélica Cynster decidiu comparecer ao sarau na casa de lady Cavendish como parte da estratégia para encontrar o seu herói e futuro marido. Ela sabia que o reconheceria à primeira vista. Por isso, quando notou a presença de um nobre misterioso, ela soube que era o seu escolhido. Apesar do aparente interesse, ele não fazia nenhum movimento para se aproximar, e paciência nunca foi o forte de Angélica. Confiando no seu instinto e na sorte que o amuleto da Senhora lhe dava, decidiu dar o primeiro passo e se aproximar daquele homem enigmático. Tudo ia bem no seu primeiro encontro, até que uma atitude do seu herói a faz questionar as intenções dele: Angélica acabara de ser sequestrada! Fechando a trilogia das irmãs Cynster, Raptada por um Conde revela a verdade sobre os sequestros das Cynsters. O desfecho dessa intriga depende da ajuda que Angélica pode oferecer a Dominic. Um enredo com personagens audaciosos e uma trama misteriosa e cheia de aventuras que vai conquistar o público.

Esse é o ultimo livro da trilogia e eu já tenho os outros dois aqui na estante. Assim que chegar eu vou começar a ler a trilogia que também me apaixonei pelas capas hehe.

Karen Jones: a loira estonteante se casou com um astro de Hollywood, porém é ela quem desempenha diariamente um papel — o de esposa feliz. Um ano atrás, ela concordou em se casar com um ator famoso para dissipar rumores sobre a vida pessoal dele. Agora seu divórcio se aproxima, assim como um pagamento de cinco milhões de dólares. No entanto, conforme Karen se prepara para abandonar com elegância seu casamento arranjado, ela conhece o cunhado, um homem lindo de morrer. Zach Gardner: o pedaço de mau caminho de cabelos escuros e olhos azuis aparece sem ser convidado na festa de um ano de casamento de Michael e Karen, determinado a conhecer a esposa que seu irmão escondeu da família inteira. Mas faíscas voam no instante em que ele e Karen se encontram. Quando o casal famoso decide visitar a família Gardner, Karen precisa esconder o segredo do marido e de seus parentes bisbilhoteiros... incluindo Zach, o homem que talvez seja o verdadeiro amor da vida dela.

E não podia faltar o quarto livro dessa série que já me conquistou. Esse vestido foi o que menos gostei até agora.


Como disse antes, queria ter colocado mais livros aqui na lista porque esse mês, acho que até por causa da bienal, os lançamentos estão de arrasar.





20 agosto 2017

Resenha | Um Verão Para Recomeçar - Morgan Matson


Livro: Um Verão Para Recomeçar
Série: Não
Gênero: Romance, Drama
Autora: Morgan Matson
Editora: Novo Conceito
Páginas: 352
Ano: 2017
Resenha:
Toda criança tem um jeito de mostrar sua insatisfação quando é contrariada. Algumas gritam, outras choram, tem aquelas que fazem escândalo e tem outras que ficam quietinhas em um canto. Taylor Edwards fugia de casa. Toda vez que ficava chateada com alguma coisa ela pegava sua mochila e ia embora. E era sempre seu pai que ia atrás dela. E isso virou um hábito, tanto que até hoje, aos dezessete anos e sem saber como lidar com o que está acontecendo, sua reação é pegar uma mochila e fugir para algum lugar. Mas ela não vai muito longe, porque como sempre, seu pai a alcança e faz ela mudar de ideia. Seu pai, que para quem não o conhece vai olhar para ele e achar que está tudo bem, mas ela vê bem todas as mudanças que já ocorreram com seu corpo.

Ela está fugindo porque não quer voltar para a casa do lago, local em que até seus doze anos ela ia todo verão. Mas faz cinco anos que aquilo tudo aconteceu e ela não sabe como voltar e olhar para Henry Crosby, seu primeiro amor e em quem deu seu primeiro beijo, e para sua ex-melhor amiga Lucy. Mas foi um pedido de seu pai e ela vai ter que fazer isso. Há três semanas atrás, no dia do seu aniversário, seu maior pesadelo se confirmou. Seu pai vinha queixando de dores nas costas, mas como Evan, seu ex-namorado havia acabado de romper com ela e levado junto todos os seus amigos, ela não prestou muita atenção as reclamações dele. Mas enfim foi confirmado que seu pai está com câncer no pâncreas e os médicos estimaram no máximo quatro meses de vida. E o único pedido de seu pai foi que todos eles passassem seu ultimo verão juntos na casa do lago.

Então seus pais, seu irmão mais velho Warren, o mais inteligente da família, e sua irmã mais nova Gelsey, a talentosa, partem para o que será seu ultimo verão com a família toda reunida. E a primeira pessoa que Taylor encontra quando chega na casa é Henry, que está mais lindo do que nunca e parece odiar Taylor com todas as suas forças. Querendo evitar Henry, Taylor começa a ficar somente dentro de casa. Então seu pai sugere que ela encontre um emprego. E por coincidência ela vai trabalhar junto com Lucy, que a exemplo do Henry, também ainda parece estar com muita raiva dela e só fala com Taylor, o necessário sobre o serviço. Não será um verão nada fácil para Taylor, já que seu passado parece que não ficou para trás e o futuro, ela não quer que chegue nunca.

"Ficava me lembrando de todas aquelas noites em Connecticut, quando eu saia porta afora assim que terminava de jantar, gritando meus planos para a noite enquanto me dirigia de carro, pronta para que a minha verdadeira noite começasse - meu tempo com minha família era algo que eu tentava fazer passar o mais rápido possível. Agora eu estava me apegando a esse tempo, tentando esticá-lo ao máximo, e ao mesmo tempo desejando que eu tivesse apreciado o que eu tinha antes."

Faz mais de uma semana que terminei de ler esse livro, mas está dificil colocar em palavras tudo o que eu senti lendo ele. Já sabia que ia gostar porque a sinopse lembra bastante o livro A Ultima Musica do Nicholas Sparks, que amei e chorei litros, mas não esperava me emocionar tanto. E quando falo em emoção, não estou dizendo só chorar, mas a cada frase lida meu coração palpitava e me sentia como se fosse eu vivendo aquilo. E é como se fosse mesmo, porque perdi meu pai o ano passado e sei como é ver a pessoa que você ama mais do que tudo indo embora e você não conseguir fazer nada por ele. Meu pai não estava com câncer, ele tinha Alzheimer, mas foi tão dificil quanto. Assim como a Taylor, eu via ele definhando a cada dia, sua memória indo embora aos poucos e queria o meu herói de volta e não podia fazer nada. 

Outra coisa que me fez sentir dentro da história foi o relacionamento da família deles, porque a minha é muito parecida. Abraços, contatos físicos em geral e "Eu te amo" são coisas raras. Principalmente com a minha pessoa porque quando eu nasci, meus irmãos já eram todos adultos. Minha irmã mais velha já estava até casada. Então é bem raro esse tipo de coisa entre nós. Nos reunimos só em épocas festivas e olhe lá. Por isso foi uma grande lição ver algo que acontece no meu dia a dia, em uma história de ficção. Foi um grande lembrete para aproveitarmos as pequenas coisas da vida, os pequenos gestos com quem nos é mais importante. São esses momentos que fazem a grande diferença e que vão ficar para sempre nas nossa memórias. Tenha você realizado eles ou não. O que queremos guardar, lembranças boas ou lembranças do que deixamos de dizer ou fazer?

Como o titulo do livro diz, essa é uma história de recomeços. Taylor felizmente teve a chance de consertar várias coisas que ela tinha deixado para trás em sua vida e que ela achava que não fazia a diferença, mas quando ela foi confrontada com o passado, ela percebeu tudo o que estava perdendo. E foi muito bom acompanhar o amadurecimento da personagem ao longo da história. O livro apesar de parecer, por ter alguém doente, não é triste, pelo contrário, ele transborda amor e felicidade. Eu ia lendo ele em doses homeopáticas para durar mais e poder levar aqueles sentimentos comigo o dia todo. E além do romance e de todo esse recomeço, ainda temos um pequeno suspense para saber o que Taylor tinha feito a cinco anos atrás para não querer voltar para a casa do lago. Temos alguns capítulos no passado que intercalam com a história no presente.

Eu poderia ficar aqui falando do livro o dia todo e ainda assim não ia conseguir demonstrar o quanto ele vale a pena ser lido. A história é ótima, os personagens são todos cativantes, desde os principais, até os secundários com suas próprias tramas. E a diagramação está ótima. A capa remete muito a história e eu que não tinha gostado muito dela antes de ler, acabei amando e achando ela perfeita no final. Enfim, vai ser um livro que vou levar para a vida toda e sempre que alguém me pedir alguma indicação, eu vou indicar ele. Assim como indico para vocês. leiam, vocês não irão se arrepender.

Nota:






18 agosto 2017

Divulgação | Denise Flaibam


Quem vai na Bienal do Rio? A autora parceira Denise Flaibam vai estar lançando o segundo livro de Os Mistérios de Warthia, intitulado A Fortaleza do Dragão. Ela estará no evento dos dias 31 de Agosto a 04 de Setembro, no estande da Editora Mundo Uno (F01/G02 do Pavilhão Azul), e a sessão de autógrafos oficial acontece no dia 03.

Evento no Facebook

Segue os dias e horários da autora:
Dia 31: das 15h até o fim do evento.
Dia 01: das 9h às 11h e das 14h até o fim do evento.
Dia 02: das 9h às 10h30. Das 17h30 até o final.
Dia 03: Das 11h às 12h30. Depois a tarde das 16h até às 19h.
Dia 04: das 9h às 11h. Das 15h até o final.

OS MISTÉRIOS DE WARTHIA – LIVRO UM: A PROFECIA DE MÍDRIA
SERAFINE DELAY ERA UMA GAROTA COMUM...
À sua maneira.
Sua vida na sossegada Vila do Sol muda de repente na noite em que sua décima oitava primavera era festejada. Um ataque força a jovem a fugir desesperadamente de monstros sanguinários e imbatíveis. Por algum motivo insano, tais criaturas queriam sequestrá-la!
Serafine mergulha no universo mágico de Warthia e começa a entender a ligação entre os desenhos que marcam seu corpo e a História daquele mundo... E descobre-se numa surpreendente situação: seu destino está traçado. Uma antiga profecia clama por seu espírito. Uma difícil jornada deve começar.
Na companhia de um belo e rude espadachim, uma simpática garota de orelhas pontudas e um felpudo guerreiro belicoso, Serafine ingressará numa viagem de perigos desconhecidos, treinando para derrotar aquela que vem das Trevas para tudo devastar.
Os Mistérios de Warthia devem ser desvendados, e Serafine é a única capaz de fazê-lo.


OS MISTÉRIOS DE WARTHIA – LIVRO DOIS: A FORTALEZA DO DRAGÃO
ABANDONADO O REINO DO NORTE, É HORA DE VAGAR PELA IMENSIDÃO INÓSPITA E PERIGOSA DO GRANDE DESERTO.
Depois de descobrir que seu destino está ligado ao destino daquele mundo, Serafine Delay está para confrontar o Reino mais traiçoeiro de Warthia. A escolhida dos Deuses precisa se fortificar para enfrentar a tormenta que tem pela frente e, para isso, contará com a ajuda do jovem Rei, Jon Tytos. O senhor do Oeste lhe oferece treinamento com os melhores arqueiros de toda Warthia, enquanto a garota disciplina sua mente para o controle da segunda arte elemental.
As Trevas irão ressurgir e, com elas, antigos segredos terão suas respostas colocadas à mesa. Em meio ao jogo das sombras, até onde Serafine irá para salvar aqueles em quem confia? Em quem ela pode confiar?
O passado de Ývela e Jarek volta para assombrá-los enquanto Guillian luta para manter o equilíbrio em meio a um quarteto atormentado.
Na Fortaleza do Dragão, destinos irão colidir.


Os dois livros da série estarão sendo vendidos no estande da editora com preço promocional. E, claro, vai ter mimo exclusivo para quem passar por lá para adquirir as obras. Um kit especial com marcadores maravilhosos e um colar com pingente de dragão, além de algumas surpresinhas. 
Ah, e um extra: todo mundo que adquirir o livro na Bienal (seja A Profecia ou A Fortaleza) vai ganhar uma senha para um mega sorteio programado para Novembro. 
Spoiler do prêmio: sabem o Turista Literário? É uma caixa única inspirada nele, só que vai vir lá de Warthia.

E para quem não aguenta esperar e já quiser adquirir o seu, segue os links de venda.




15 agosto 2017

Resenha | Esposa até Segunda - Catherine Bybee


Livro: Esposa até Segunda
Série: Noivas da Semana # 2
#1 Casada até Quarta
Gênero: Romance
Autora: Catherine Bybee
Editora: Verus
Páginas: 252
Ano: 2017
Resenha:
Eliza Havens era funcionária da agência de casamentos Alliance. Mas então a dona da agência, Samantha Elliot acabou se casando com Blake Harrison, um milionário que precisava urgente de uma esposa para receber uma herança e os dois acabaram perdidamente apaixonados no processo, e então Sam promoveu Eliza a sócia da agência. Mas como o primeiro casamento do casal foi as pressas e não contou com a presença de nenhum familiar, Blake prometeu que casaria com Sam novamente todo ano e cada vez o casamento seria em um estado diferente. Eliza até achou que Blake estava brincando, mas ele falava sério e dessa vez a festa será no Texas com tudo organizado por Gwen, irmã de Blake que veio da Inglaterra especialmente para isso. Mas Eliza como madrinha da noiva, também está envolvida em todos os detalhes.

A festa será o lugar ideal para Eliza promover a agência, já que o Texas é conhecido pelos homens ricos e as mulheres refinadas que podem ser futuros clientes da agência. Quem também espera fazer negócios na festa é Carter Billings, melhor amigo e padrinho de Blake, que pretende concorrer a vaga de governador do estado da Califórnia. Carter e Eliza não conseguem conversar sem que a conversa termine numa discussão. Mas ao mesmo tempo a tensão sexual entre eles é palpável, só não aconteceu nada ainda entre eles porque nenhum dos dois quer perder a amizade de Blake e Sam, o que fatalmente aconteceria se eles tivessem alguma coisa e depois acabassem brigados. Mas isso não impede Carter de ir atrás de Eliza em uma bar quando fica sabendo que ela e Gwen vão sair para se divertir antes do casamento. E ele arrasta Neil, o segurança de Blake com ele.

E é claro que as coisas dão errado. Gwen, que sempre foi protegida por sua família, é bem inocente em relação a alguns assuntos e quando eles percebem Carter está trocando socos com um morador local. O escândalo vai parar em todos os jornais, inclusive os de Londres. E para não perder as chances de se eleger, só resta uma alternativa a Carter, suas chances melhorariam muito se ele se tornar um homem casado. E ele tem certeza de que Eliza é a candidata perfeita para o papel. O que ninguém sabe é que Eliza esconde um passado que infelizmente volta para assombrá-la quando sua foto sai nos jornais. E o casamento entre eles que seria a solução ideal para Carter, é a pior coisa que pode acontecer para Eliza, que tem que ficar o mais longe possível da mídia. Mas Carter não vai desistir tão fácil, ainda mais que o casamento pode ser a maneira mais fácil dele proteger Eliza.

Segundo livro da série Noivas da Semana e eu que já tinha gostado muito do primeiro, acabei surpreendida por esse que é ainda melhor. Não sei o porque, mas vi algumas pessoas comparando essa série com a série da Garota do Calendário. De parecido só temos a mesma editora. O resto não tem nada a ver. Então se você assim como eu não gostou da outra série e está com receio de ler essa por causa disso, fiquei tranquilo, é tudo completamente diferente. Não vou dizer que, nossa, é um livro que vai te emocionar, com uma história que você vai levar para a vida toda, porque não é. Mas se você procura algo para ler depois de um livro mais pesado, esse livro é o ideal. Você vai encontrar um romance leve, sem muitas reviravoltas, bem clichê na verdade, mas que é um ótimo divertimento, sem falar nessas capas que são maravilhosas.

Geralmente nesse tipo de série, os livros são bem parecidos, mas como disse antes, me surpreendi, porque já no segundo a coisa mudou totalmente e a autora misturou um suspense ao romance clichê, o que deu um gás na história. Acho que grande parte da história puxou mais para o policial do que para o romance mesmo. E outra coisa que gostei foi que a narrativa em terceira pessoa não ficou só nos dois protagonistas, mas passou por boa parte dos personagens. Carter e Eliza já são conhecidos do primeiro livro e eu já sabia que a química entre o casal seria boa. Gostei bastante da história entre eles. E além deles temos o casal do primeiro livro Sam e Blake, sem falar nos próximos protagonistas, Neil e Gwen. Dentro da proposta apresentada pela autora, eu não tenho nada do que reclamar, por isso dei nota máxima ao livro. E indico para quem quer um livro lindo por fora, com uma boa história por dentro.

Nota:






13 agosto 2017

Especial | Dias dos pais


Pai é aquele homem que desde quando fica sabendo que vai ter um filho, já fica preocupado com o futuro da criança. O que ela vai comer, vestir, escola, emprego, e além de tudo... Deve pensar "Agora vou ter que trabalhar muito mais"
Quando somos crianças, olhamos para ele como se fosse o nosso super herói. O Super homem, Batman, homem aranha? Que nada! Nós temos o Super Pai.
Daí então crescemos, e paramos de enxergar os seus super poderes e vemos que nosso herói pode sangrar. Então é hora de vê-lo como "vilão"
Chega um período que queremos mostrar que sabemos muito mais que ele. E que ele tá velho e desatualizado...
A sorte é que somos pessoas mutáveis e percebemos que na verdade nós somos iguais, e que temos muito a ensinar um para o outro.
Outro dia você percebe que o olhar que ele te lança é de admiração e que agora você é o super herói dele.
Porém, o tempo muitas vezes é cruel e não nos permite aproveitar maiores momentos juntos...
Ou então, tudo isso poderia ter sido vivido se ele tivesse optado em estar presente
Mas quem sabe, você viveu e vive momentos incríveis com alguém que foi emprestado e hoje é todo seu.
Ser pai é muito além.
Não é a mesma coisa que ser mãe... Mas o amor é tão intenso e verdadeiro como.
Agradecemos a Deus por nossos pais.
Aprendemos muito com eles e hoje continuam sendo nosso super herói sem capa e que sangra.
Desejamos a todos os pais
Pais estilos, clássicos, rabugentos, comediantes, gordinhos , magrinhos.
Pai de pessoas e de bichos, paidrastro, pai de todas as profissões...
A vocês nosso carinho e admiração.
Filhos, aproveitem o dia ao lado desse herói.





11 agosto 2017

Tag | E os Bridgertons viveram felizes para sempre...


Ninguém me indicou para responder essa tag, mas eu vi ela no blog Balaio de Babados e como amo essa família, resolvi responder. A tag foi criada pelo blog Silêncio Contagiante.

“Os Bridgertons são, de longe, a família mais fértil da alta sociedade. Essa qualidade da viscondessa e do falecido visconde é admirável, embora se possa dizer que suas escolhas de nomes para os filhos sejam bastante infelizes. Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth. É claro que a organização é sempre algo benéfico, mas seria de esperar que pais inteligentes fossem capazes de manter os filhos na linha sem precisar escolher seus nomes em ordem alfabética.”
CRÔNICAS DA SOCIEDADE DE LADY WHISTLEDOWN,
26 DE ABRIL DE 1813

1. Essa é difícil: quem é seu Bridgerton favorito?
Apesar de ter me decepcionado com a história dele, não tem como escolher outra pessoa aqui. Eu vivia para ver suas aparições nos livros dos outros. Sem dúvida é o Colin.

2. Mergulhei nas páginas: qual é seu livro favorito?
Eu amo releituras e Cinderela é meu conto de fadas favorito. Por isso esse é o meu queridinho da série: Um Perfeito Cavalheiro

3. Feitos um para o outro: quem merece o título de casal perfeito?
Anthony e Kate se completam de uma forma que não tem como colocar outro casal aqui.

4. Me abana: quem é seu protagonista masculino predileto?
Como já coloquei o Colin como personagem favorito, vou escolher outro aqui: o Duque de Hastings, Simon.

5. Estilo mulher maravilha: que é sua protagonista feminina predileta?
Aqui fiquei em dúvida entre várias personagens, mas vou escolher ela que sempre foi o arrimo da família e que era a pessoa que todos corriam para resolver seus problemas: Violet.


6. Roubou a cena: quem é seu coadjuvante predileto?
Acho que todo mundo que respondeu essa tag colocou ela aqui. Mas não tem como escolher outra pessoa. Apesar de não ser uma Bridgerton, ela foi um dos meus personagens favoritos de toda a série: Lady Danbury.

7. Sai daqui: quem é o pior personagem na sua opinião?
Aqui também vou ser repetitiva porque não consigo pensar em mais ninguém para esse posto visto que gostei de todo mundo: a madrasta má Araminta.

8. Melhor cenário: qual lugar que você adoraria conhecer?
Eu ficaria feliz em estar em qualquer um dos bailes oferecidos pela Violet.

9. Final perfeito: quem teve o melhor e viveram felizes para sempre?
Foi muito bom rever todos os personagens nesse livro, mas na minha opinião quem teve o melhor feliz para sempre foi a Francesca. E nada mais justo já que a história dela e o personagem em si foi o mais apagado de todos os livros.





© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo