10 maio 2013

Resenha | A menina que brincava com fogo - Stieg Larsson

Contem spolier do livro anterior.

Um ano se passou desde os acontecimentos do ultimo livro. Mikael se cansou de dar entrevistas sobre a "matéria do ano". A matéria em que ele conseguiu provar a sua inocência. Mas agora a revista resolve investir em uma matéria totalmente diferente. Eles contratam Dag Svensson, pois ele está escrevendo um livro baseado na tese de sua esposa Mia Bergman e o assunto é o "comercio de mulheres". Mikael não teve contato com Lisbeth durante esse tempo todo, Lisbeth simplesmente sumiu. O que Mikael não sabe é que Lisbeth está fugindo dele, pois se descobriu apaixonada por Mikael,

Nisso vemos uma mudança na personalidade de Lisbeth, ela decide fazer uma cirurgia para aumentar os seios, retira uma das tatuagens e alguns piercings. Com o dinheiro que Lisbeth "transferiu" para a sua conta, ela comprou um apartamento enorme, mobílias e roupas para ela. Logo apos a cirurgia, ela encontra uma revista esquecida em um aeroporto e fica fascinada com o artigo que ela lê sobre astronomia esférica e resolve viajar o mundo atras de livros que falem sobre esse assunto.  Paralelo a isso, o tutor de Lisbeth, Nils Bjurman, está tramando um jeito de mata-lá para se vingar do que ela lhe fez. Nesse livro temos uma surpresa, pois descobrimos que Lisbeth tem uma irmã gêmea, com quem não teve mais contato desde que aconteceu 'o grande mal' e Lisbeth foi internada em uma clinica psiquiátrica e desde então foi considerada incapaz, por isso a necessidade de um tutor.

Agora de volta a cidade, Lisbeth invade o computador da Millennium e fica sabendo da matéria sobre o trafico de mulheres e de um nome constantemente citado um tal de Zala e por isso ela procura Dag e Mia. E nessa mesma noite, Mikael encontra os dois assassinados em sua própria casa. Quando a policia começa a investigar eles logo tem um suspeito pois as digitais ficaram na arma usada no crime. São as digitais de Lisbeth. E para piorar a situação, a arma estava em nome de Nils Bjurman, tutor de Lisbeth, que eles também encontram assassinado. Agora Lisbeth que pelo estado é considerada uma louca agressiva, vai ter que provar a sua inocência e a única pessoa que acredita na inocência dela é Mikael.

Mais um show de talento do autor. Depois de ler Os homens que não amavam as mulheres, achei que ele não ia conseguir manter o nível. Me enganei, ele se superou. Ele consegue prender a nossa atenção de um jeito que você não quer largar o livro, mesmo ele sendo enorme. Lisbeth continua, sendo a melhor personagem da trilogia. Mikael vive a sombra dela. O autor aprofundou a história de Lisbeth, que ele só tinha dado uma introdução no livro anterior. A minha unica ressalva é com o final, achei que ficou faltando algo, mas com certeza ele vai explicar no próximo. Nota: 



Trilogia Millennium


 

14 comentários:

  1. mano, estou muuuuuuito interessada !!

    Uaau, parabéns pelo seu blog, eu amei aqui, amei sua criatividade, seu modo de falar com os leitores, a forma que você usa nas postagens, o design e etc, eu realmente curti e vou voltar aqui sempre ! Obrigada por ter criado . Parabéns novamente e já estou seguindo ((: Parabéns !!
    http://dezesseteetantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu simplesmente preciso dessa série, acho que é a segunda resenha que confiro aqui no Prefácio sobre a série. Espero gostar tanto quanto você, você se tornou fã mesmo. haha. E talvez, realmente, tenha faltado algo no final desse livro para dá aquele gostinho de "quero mais" e assim poder ser explorado no próximo volume.
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/
    :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Silvana! Ficou muito boa a sua resenha. Sou louco por esses livros há muito tempo, mas ainda não tive oportunidade de comprar, acho um pouco caros e já faz tempo que foram lançados! To esperando alguma promoção com eles. Já vi os filmes suecos baseados na trilogia, são ótimos, foi dai que me interessei. Abraços e parabéns pelo blog, to seguindo.

    Jean
    www.cabanadoslivros.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Confesso que li apenas o último parágrafo, pois ainda não comecei a trilogia, coisa que pretendo corrigir. Já pude perceber que você também se tornou uma admiradora dos livros e espero gostar da mesma maneira.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie :)

    Nossa estou loucoo para ler essa série, não sei quando lerei mais espero que seja muito em breve, amei sua resenha :D beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  6. Nossa esse livro também hein,
    É de tirar o fôlego, tantas reviravoltas e acontecimentos, fugas e assassinatos. Me peguei desejando muito ler esses livros.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Curto bastante livros com essas histórias, são melhores do que os de romance! *-*

    Blog: www.kaahmenezes.com
    Fã page: www.facebook.com/kaahmenezes1

    ResponderExcluir
  8. Sou super afim de ler a série, mas não posso comprar nada agora e estou tão perdidona nas leutiras aqui. Meu amigo e fã e amou muito e espero conseguir ler também. Não li tudo, admito, pois tem spoiler D:

    - VITAMINA DE PIMENTA -

    ResponderExcluir
  9. Oi Sil!
    Tô querendo essa série faz um tempão, mas tá faltando glamour ($$$) em minha vida. rs
    Eu já li algumas páginas de A menina que brincava com fogo e fiquei doida para ler todo! Esse é o livro da série que mais tenho curiosidade em ler e sua resenha só me deu mais vontade ainda!
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Sil! Já olhei esse livro numa livraria faz muito tempo e acho esss capa muito bonita. A série parece boa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oie Sil =)

    Não li nenhum livro dessa série, mas eles são tão elogiados que a cada resenha que leio fico cada vez mais curiosa. O problema é o preço né rs...

    Fico feliz em saber que a continuação não sofreu da terrivel maldição do segundo livro.

    Parabéns pela resenha!

    bjus;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary

    ResponderExcluir
  12. É... mais outro que não sofreu a maldição do segundo livro! Uhuhuhul
    Que bom que você gostou tanto assim... e a trilogia vai chegando ao fim e você vai percebendo que o autor morreu antes de acabar e o final do terceiro vai ficar meio tenso... kkk
    Ótima resenha!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, não creio que ele morreu antes de terminar. Eu sabia que ele tinha morrido, mas não sabia que não tinha terminado.

      Excluir
  13. Uma trilogia de sucesso que apareceu somente depois da morte do autor. Infeliz destino esse.
    Eu quero muito ler essa trilogia, mas não sabia do que ela falava. Quase assisti aos filmes baseados nos livros, mas estou me segurando para não ver. Quero primeiro ler os livros.
    A Menina Que Brincava Com Fogo parece ser muito bom. Ter provas que o colocam como suspeito de assassinato deve ser muito tenso. Principalmente para aqueles que são inocentes e tentam achar uma maneira de prova a inocencia.
    Mesmo a sua resenha tendo spoiler e eu ficar boiando um pouco aqui na história gostei bastante. Parabéns Silvana-chan. Continue sempre assim. Bjs *-*

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

© Blog Prefácio ♥ 2016 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo